Portugal : dia 2

O passeio começou com a primeira de muitas igrejas: Basílica da Estrela. É uma igreja enorme e muito bonita! Infelizmente não podia fotografar. Tinha um altar maravilhoso! Mas acho que na minha opinião o destaque vai para o teto. Belissimo!

Depois passamos na frente da Assembléia da República, tiramos fotos e tal. Pegamos o bonde elétrico (bondinho) 28 (famoso inclusive) pro Castelo de São Jorge. Do castelo é possível ver Lisboa inteira. Dentro das muralhas é possível dar a volta em torno de todo o espaço (via muralha). O lugar é enorme! Passamos um bom tempo andando de um lado pro outro.
Dalí seguimos para a Rua Augusta, centro de compras muito conhecido. No caminho estivemos no café A Brasileira, onde tirei foto com a querida estátua de Fernando Pessoa, e tomei um café tentando respirar todo o ar possível daqueles escritores e artistas super inteligentes.
Passamos também pelo Armazém do Chiado. Mais um centro de compras muito importante. Por dentro é comum, mas por fora é super legal. É uma pena que se misture a tantos outros prédios e casarões antigos na rua em que se localiza.

Na rua Augusta (ou pelo menos alí perto) compramos coisas e fomos ao elevador de Santa Justa. Ele é muito famoso por ser bem antigo e dar pra ver lisboa inteira (inclusive o Castelo de São Jorge). Não recomendável pra quem tem medo de altura. Mesmo com a proteção, o lugar é meio velho então…
Fomos andando até a região dos teatros do Rossio. Alí é possível encontrar conhecidíssimas apresentações de fado e é uma região super boemia. Aproveitamos a proximidade e fomos visitar o Hard Rock Café de Lisboa. É um espaço muito bonito e tem altas roupas de artistas legais.

Visitamos ainda a Praça do Comércio, um lugar enorme com prédios muito bonitos, estátuas e tal. Seguimos então para o Mosteiro de Jerônimos. Existe nele um museu no qual não entramos e uma igreja. Nela nós fomos e é super bonita. O teto tem umas estruturas parecendo cordas, que eu achei super interessantes, e lá estão enterradas pessoas importantíssimas. Em frente ao Mosteiro existe uma praça/jardim gigante e maravilhoso. Destaque para a fonte central.

De lá, seguimos para o Marco do Descobrimento. Eles fizeram um monumento muito interessante, contendo descobridores importantes. Há ainda um mapa mundial muito bonito no chão. Dalí andamos a pé até a Torre de Belém. Infelizmente não foi possível entrar por causa do horário de funcionamento.
Há, isso me lembra uma coisa importante. Em Portugal é comum que os monumentos parem de funcionar as 17h. Não importa se o sol só se põe às 21. Por isso, atenção ao relógio.
Depois disso, vimos um pouco do centro cultural de Belém, onde comemos o famoso pastel. É uma delicia!

Anúncios

Comente

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s